8ª Bienal Internacional de Arte Jovem de Vila Verde consagra vencedores

Vai acontecer amanhã (28 junho), a partir das 16:30, a consagração dos vencedores da 8ª Bienal Internacional de Arte Jovem de Vila Verde. Nesta edição, pela primeira vez, foram distinguidas, não duas, mas quatro obras, distribuídas pelos dois prémios atribuídos no Concurso: Grande Prémio e Prémio Jovem Revelação.



As criações “Mudo de janela como quem muda de País…”, de Carlos Alberto Mendes da Silva e“Grotesque”, de Vitor Manuel Reis Pinto da Silva, foram distinguidas como as vencedoras, ex-aequo desta edição da Bienal de Vila Verde e vão partilhar o Grande Prémio. O Prémio Jovem Revelação (sub-20 anos) também será divido entre as obras “Let It Be” dos alunos da Escola Monsenhor Elísio Araújo do Agrupamento de Escolas de Vila Verde e “Respirar uma paisagem”, de Juliana Julieta Pedrosa Ferreira. De salientar que um deles vai ficar em 'casa', provando que Vila Verde é um concelho criativo.

A cerimónia de entrega de prémios vai decorrer no Salão Nobre do Município e contará com as presenças dos membros do executivo municipal, patroconadores, juri de Premiação e Comissão de Honra.

1ª visita guiada à exposição

Depois da cerimónia de entrega de prémios a comitiva segue para a abertura da exposição, na Biblioteca Municipal Prof. machado Vilela, onde se encontram as mais de meia centena de obras inéditas, criadas propositadamente para este concurso. A primeira visita guiada vai ser conduzida pelo coordenador artístico da Bienal, o artista plástico radicado em Vila Verde, Luís Coquenão. A sessão vai finalizar-se com um doce momento proporcionado pela Chocolate com Pimenta.

A Bienal de Vila Verde é organizada pelo Município de Vila Verde, com o apoio da associação D'Arte e do IPDJ, contando com os patrocínios principais do Banco BPI e da Prebuild.

Uma tarde imperdível de consagração do talento artístico nacional e internacional, em Vila Verde!

Como chegar a Vila Verde?